terça-feira, 1 de setembro de 2015

O que os olhos não veem...ou não querem ver!

Imagem retirada da internet

Olá gente linda, como estão?
Eu cá vou andando na minha vidinha sempre igual mas sempre com um pouco de preguiça pra cá vir falar convosco.
Os dois passatempos que lancei estão a ser um sucesso, graças a vocês que ajudam a divulgar este cantinho, portanto podem contar com outros que lançarei em breve.
Mas hoje o assunto que vos venho falar não é sobre moda, beleza, cosmética nem nada que estejam habituados a ler por aí.
Hoje o assunto é sério.
Como muit@s sabem eu ando em cadeira de rodas (principalmente em dias de chuva, após as sessões de hemodiálise, ou quando tenho de percorrer distâncias maiores).
Se forem distâncias curtas e que não exijam muito esforço do pé direito uso as canadianas mas, no Sábado passado, fui com a minha mãe ao supermercado fazer algumas compras cá para casa portanto fui de cadeira de rodas.
Pois bem! E o que é que isto tem de especial?
Só uma pessoa que ande de cadeira de rodas se apercebe das situações em que se vê a (desculpem o termo forte) estupidez e falta de civismo das pessoas.
Eu passo a explicar:
  1. Chegamos ao parque de estacionamento onde há 3 lugares para deficientes e, surpresa das surpresas, só há 1 lugar vago! Incrível! Há pelo menos mais 2 pessoas deficientes, ou com mobilidade reduzida, ás compras! Quando estamos a sair do carro e a passar para a cadeira de rodas estão os "supostos" deficientes a chegar ás suas viaturas para irem embora, de compras na mão e, milagre!!!, já não são deficientes, nem andam em cadeira mas sim pelos seus pés!
  2. As pessoas "normais" vão ao supermercado e precisam levar um carrinho de compras para as transportarem das prateleiras até ás caixas para as pagarem. Até aqui tudo bem. Mas estas pessoas "normais" fazem outra coisa com os carrinhos, elas levam-nos com elas para todo o lado, mesmo até à frente do produto que querem, ocupando assim os corredores e o demais espaço envolvente, em vez de encostarem o carrinho num local que não estorve e irem buscar o que necessitam; esquecem-se, ou melhor, não pensam nas outras pessoas que também podem querer chegar a algum produto naquela mesma zona, nomeadamente uma pessoa em cadeira de rodas que não pode deixar a sua cadeira de lado para ir pegar no produto e seguir o seu caminho.
  3. A fila prioritária para pagamento. Nem sei para que é que existe. Afinal de contas, nem o(a) empregado(a) de caixa nem quem está na fila, dão prioridade a seja quem for, sabem que lá está alguém com prioridade mas simplesmente ignoram e continuam na fila até chegar a sua vez para pagar.
Quando eu era "normal" nunca fiz nenhum destes 3 pontos. Sempre estacionei nos locais certos, deixava o carrinho bem encostado no corredor principal e ia buscar o que precisava e raramente ia para as caixas prioritárias mas quando ia estava sempre atenta para ver se chegava alguém que tivesse prioridade.
É triste ver como aumenta cada vez mais a falta de civismo (e de educação) da população.
Tirem uns minutos para pensar nisto, para pensar no que fazem nestas situações e talvez na vossa próxima visita ao supermercado vejam com outros olhos o ambiente à vossa volta.
Beijinhos <3

4 comentários:

  1. Gostei muito do teu post! Cada vez mais existe falta de civismo!

    Blog / Facebook / Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado krida. Infelizmente não é só nisto...é em muita coisa que nem damos conta.
      Já te sigo em tudo ;)
      Beijinhos <3

      Eliminar
  2. Olá querida, como está?

    Eu não sabia que tinhas esse problema de saúde. Só fiquei a saber há uns dias quando li o teu post. Espero que estejas bem... dentro do possível, claro.

    Sinceramente nem sei que te dizer. A verdade é que há uma falta de civismo e de humildade cada vez maior. Há cada vez menos amor e respeito pelo próximo,

    Fico triste quando leio textos como o que escreveste e tenho vontade de poder mudar o mundo, mas sei que não posso fazer nada. Posso simplesmente fazer a minha parte. Dar um carinho, uma palavra amiga ou um sorriso. Posso fazer o que está ao meu alcance, mas isso não mudará muito, Apenas poderá dar um pequeno alento a quem me rodeia.

    Da minha parte podes contar com alguém que, mesmo que não escreva muito, te lê e está pronta para ajudar sempre que possível.

    BeijinhoBom
    Paula

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelas tuas belas palavras krida, acredita que valem muito.
      É por pequenos actos e palavras como as tuas que vale a pena continuar com este bloguito onde, eu sei, posso gerar um pouco de controvérsia, mas é O Meu Ponto de Vista :)
      Beijinhos linda <3 obrigado por me seguires :)

      Eliminar