quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Entra 2016! Traz tudo o que há de bom!

Imagem retirada da internet

E chegamos ao fim de mais um ano.
É tempo de dizer adeus ao ano de 2015, dar as boas-vindas a 2016 e pedir-lhe que traga consigo tudo o que há de bom.
É tempo de desejar que tudo melhore na nossa vida e, se não melhorar, pelo menos que seja igual.
Desejo-vos umas boas entradas em 2016, com o pé direito como se costuma dizer (mas talvez seja melhor com os dois pés!).
Conto convosco desse lado neste novo ano que está a entrar.
Até pró ano :D


terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Devaneios da alma...

imagem retirada da internet

Caminho pelas ruas molhadas da chuva de Outono, carregadas de folhas secas, amarelas, castanhas ou avermelhadas que não mentem quanto à época em que estamos.
Dias curtos, noites longas, feições tristonhas e frias como o tempo que se faz sentir.
Chego finalmente ao aconchego do lar, ao ambiente acolhedor com a lareira acesa e o aroma da lenha no ar.
Na garrafa térmica um reconfortante chá de maçã com laivos de canela que aguarda ser despejado numa caneca e ser sorvido pelos meus lábios.
Lábios esses que descobrem o recanto escondido atrás da tua orelha, aquele ponto erógeno que te faz arrepiar e ficar com pele de galinha enquanto percorro lentamente a curva do teu pescoço, detenho-me na cova do teu peito.
Aspiro o teu odor que me inebria os sentidos e os desperta um por um.
A minha pele roça a tua ao de leve enquanto continuo a percorrer suavemente o teu corpo, reconhecendo cada centímetro como se fosse a primeira vez.
De repente acordo e verifico, com grande tristeza mas também com nostalgia, que foram apenas devaneios da minha mente que me atraiçoa nos momentos que me deixo levar pelo sono ou pelo sonhar de olhos abertos.
Para ti... sabes quem és <3

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

F**k Christmas!

imagem retirada da internet

É Natal! É Natal! La! La! La! La! La!
Pois é pessoal, faltam apenas 21 dias para a tão desejada noite de Natal.
Bacalhau cozido, grelos, pencas, batatas, ovos, tudo bem regado com azeite (e vinho) e de seguida os doces tradicionais: aletria, arroz doce, rabanadas, etc, etc, etc.
Devem ter reparado que não fiz nenhum passatempo de Natal, nem vou fazer.
Porquê?
Eu explico.
Eu gosto de presentear-vos, é verdade, mas prefiro fazê-lo quando me apetece ou noutras efemérides.
Não gosto de muito de seguir as habituais tendências e o Natal é uma delas.
Já gostei muito desta época, é verdade, quando ainda cá estavam as pessoas que me eram mais queridas e que me faziam dar valor ao Natal, aquela época em que se convive ainda mais com a família.
Mas agora que, infelizmente, já cá não estão, o Natal perdeu a cor, a magia, o encanto que tinha.
Não vou dizer que não gosto de receber prendas, claro que gosto, mas de preferência ao longo do ano, quando menos espero, só porque sim.... assim como dar... gosto de dar só porque sim.
E acho muito triste que o comércio se aproveite destas festividades para encher os próprios bolsos, fazerem aumentar o consumismo, aumentarem os preços dos artigos para quererem enriquecer rapidamente (LOL).
Portanto digo: F**K CHRISTMAS!
Respeito quem gosta, claro, cada um é livre de opinião, só quis deixar aqui O Meu Ponto De Vista.
Boas festas para todos e não se esqueçam de ter água gaseificada em casa para depois de se empanturrarem de comida, hihihi.
Beijinhos.