quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Falta de equipa médica...e discriminação, não?!


No dia 13 de Dezembro (Domingo) comemorei o meu 31º ano de Vida mas na noite de 13 para 14 a vida de um rapaz, de seu nome David Duarte, terminou...tinha 29 anos.

David Duarte, 29 anos - Imagem retirada da Internet

A notícia (da morte do David claro!) foi bastante falada nos telejornais, nas redes sociais, na imprensa e em blogs.
Resumindo o caso, o David deu entrada no hospital na tarde do dia 11 de Dezembro e faleceu na madrugada de 13 para 14 devido a um hematoma provocado pela ruptura de um aneurisma e que deveria ter sido logo operado e não foi.
Não foi operado porque "a equipa médica que o poderia salvar recusa a trabalhar ao fim de semana pelo valor que o Estado paga" (fonte: Expresso).
Dito isto estamos perante uma evidente Falta de Equipa Médica e uma prova de que ainda há muito a resolver nas questões relacionadas com os Serviços de Saúde Pública.
Até aqui nada disto é novidade certo?
Mas quero falar-vos d'O Meu Ponto de Vista.
Posso estar enganada mas penso que estamos perante um caso que poderá ter ocorrido também por Discriminação.
Porquê?!
Eu explico: vivemos num país em que as tatuagens, piercings, cortes de cabelo extravagantes, etc, ainda são vistos com "maus olhos", do género "tem piercings, montes de tatuagens...só pode ser um(a) drogado(a)!"
Não estou a exagerar, infelizmente isto é verdade.
É uma estupidez, eu sei, eu própria já tive piercings, tenho tatuagens e já fui discriminada por isso.
A grande moda agora são os chamados "túneis". Não gosto mas respeito quem gosta e quem os tem ou quer ter e até tenho um primo que os tem. Pela fotografia vê-se que o Davis também tinha.
Quem garante que não olharam para o David e não o discriminaram por causa destes "extras"?
Infelizmente não sabemos, o testemunho da namorada do David não expressa qualquer nota sobre este tema.
Mas é apenas O Meu Ponto de Vista, espero estar enganada...mas já não importa. Uma vida jovem terminou, já não há volta a dar.
E vocês, o que pensam?

4 comentários:

  1. Eu também acredito que além da falta da equipa médica houve lá para o meio mais qualquer coisa, já assisti numa urgência a atos relacionados com a discriminação por terem tatuagens, por isso não me admira que isso também tenha estado presente.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente continua a ser uma realidade :(
      Beijokas krida

      Eliminar
  2. Olá =)!

    Descobri o teu blogue por acaso e parece que vou passar a visitar-te =)!

    Em primeiro parabéns por mais um aniversário. Em segundo, realmente a história do David fez correr muita tinta, mas efectivamente alguma coisa não bateu certo e tal como tu penso que poderá ter sido mais do que falta de assistência médica. Seja discriminação ou não foi uma vida que se perdeu. Bastante grave. todos tem direito à vida.

    Beijinhos,
    Joana*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá :)~
      Obrigada e espero mesmo continuar a ver-te por aqui, se quiseres podes subscrever por mail e assim recebes sempre as novidades :)
      Infelizmente o David faleceu e o assunto foi calado... mas que tem muita coisa por explicar lá isso tem... desconfio que dava para escrever um livro mas enfim.
      Obrigado pela tua visita e comentário.
      Beijinhos <3

      Eliminar